sábado, 29 de maio de 2010

Direto do YouTube: A mosquinha

- Uma mosca que consegue acabar com um sossego de um homem e seu cachorro. Esse é o tema da animação 'Fly', no qual o personagem principal tenta se livrar do inseto usando todas os métodos possíveis, mas acaba sempre se enrolando.


Rihanna e Christina Aguilera ousando nos novos clipes

Confira os clipes oficiais e letras de Not Myself Tonight e Te Amo
É modismo? É só pose? Quem se importa?
O fato é que é no mínimo muito interessante ver as cantoras pops “libertando-se” nesse sentido.
Assistam e comentem!
Christina Aguilera – Not myself tonight




Letra/Tradução

Not Myself Tonight

You know tonight
I am feeling a little out control
Is this me
You wanna get crazy
Because I don’t give a…
I’m out of character
I’m in rare form
And If you really knew me
You’d know its not the norm
Cause I’m doing things that I normally won’t do
The old me’s gone I feel brand new
And if you don’t like it f*** you
The music’s on and I’m dancing
I’m normally in the corner just standing
I’m feeling unusual
I don’t care cause this is my night
I’m not myself tonight
Tonight I’m not the same girl same girl
I’m not myself tonight
Tonight I’m not the same girl same girl
I’m dancing alot and I’m taking shots I’m feeling fine
I’m kissing all the boys and the girls
Someone call the doctor cause I lost my mind
Cause I’m doing things that I normally won’t do
The old me’s gone I feel brand new
And if you don’t like it f*** you
The music’s on and I’m dancing
I’m normally in the corner just standing
I’m feeling unusual
I don’t care cause this is my night
I’m not myself tonight
Tonight I’m not the same girl same girl
I’m not myself tonight
Tonight I’m not the same girl same girl
In the morning
When I wake Up
I’ll go back to the girl I used to be
But baby not tonight
I’m not myself tonight
Tonight I’m not the same girl same girl
I’m not myself tonight
Tonight I’m not the same girl same girl
Yah, that feels good
I needed that
Get crazy
Let’s go
That’s right
Come on
Give it to me now, don’t stop

Não Sou Eu Mesma Hoje À Noite

Você sabe que essa noite
Estou me sentindo um pouco fora do controle
Essa sou eu?
Você quer ficar louco?
Porque eu não dou a (mínima)…
Estou fora do caráter
Estou em forma rara
E se você realmente me conhecesse
Você saberia que não é a norma
Estou fazendo coisas que normalmente não faria
Meu antigo eu se foi, me sinto nova em folha
E se você não gosta disso, foda-se
A música está tocando e eu estou dançando
Eu normalmente fico no canto, só esperando
Estou me sentindo incomum
Eu não me importo, porque essa é a minha noite
Eu não sou eu mesma hoje à noite
Essa noite eu não sou a mesma garota, mesma garota
Eu não sou eu mesma hoje à noite
Essa noite eu não sou a mesma garota, mesma garota
Estou dançando muito, tomando doses, me sinto bem
Estou beijando todos os garotos e garotas
Alguém chame o médico, porque eu perdi a cabeça
Estou fazendo coisas que normalmente não faria
Meu antigo eu se foi, me sinto nova em folha
E se você não gosta disso, foda-se
A música está tocando e eu estou dançando
Eu normalmente fico no canto, só esperando
Estou me sentindo incomum
Eu não me importo, porque essa é a minha noite
Eu não sou eu mesma hoje à noite
Essa noite eu não sou a mesma garota, mesma garota
Eu não sou eu mesma hoje à noite
Essa noite eu não sou a mesma garota, mesma garota
De manhã
Quando eu acordar
Eu voltarei a ser a garota que eu costumava ser
Mas, amor, não esta noite
Eu não sou eu mesma hoje à noite
Essa noite eu não sou a mesma garota, mesma garota
Eu não sou eu mesma hoje à noite
Essa noite eu não sou a mesma garota, mesma garota
É, isso é bom
Eu precisava disso
Fique louco
Vamos lá
É isso aí
Venha
Me dê isso agora, não pare
Rihanna – Te Amo



Te Amo

Te Amo, Te Amo
She says to me, I hear the pain in her voice
Then we danced underneath the candelabra
She takes the lead
Thats when I saw it in her eye
It’s over
Then she says Te Amo
Then she put her hand around me waist
I told her no,
She cried Te Amo
Told her I’m nah guh run away
But let me go
My soul hears her a Cry, without asking why
I said Te Amo, wish somebody tell me what she said
Don’t it mean I love you
Think it means I love you
Don’t it mean I love you
Te Amo, Te Amo, she’s scared to breathe
I hold her hand, I got no choice uhh
Pulled me out on the beach, danced in the water
I start to leave
She’s begging me and asking why?
It’s Over
Then she says Te Amo
Then she put her hand around me waist
I told her no,
She cried Te Amo
Told her I’m nah guh run away
But let me go
My soul hears her a Cry, without asking why
I said Te Amo, wish somebody tell me what she said
Don’t it mean I love you
Think it means I love you
Don’t it mean I love you
Listen we can dance
But you gotta watch your hands
Watch me all night
I’ll move under the light
Because I understand
That we all need love
And I’m not afraid, I feel the love
But I don’t feel that way
Then she says Te Amo
Then she put her hand around me waist
I told her no,
She cried Te Amo
Told her I’m nah guh run away
But let me go
My soul hears her a Cry, without asking why
I said Te Amo, wish somebody tell me what she said
Think it means I love you
Don’t it mean I love you
Think it means I love you
I love you
Te amo…
Te amo…
Don’t it mean I love you

Te Amo

Te amo, te amo
Ela disse pra mim, ouvi a dor em sua voz
Então dançamos sob o candelabro
Ela assume o controle
Foi quando eu vi em seus olhos
Acabou
Então ela diz: “Te Amo”
Depois coloca suas mãos em torno da minha cintura
Eu lhe disse não,
Ela gritou “Te amo”
Eu lhe disse que eu não fugiria
Mas que me soltasse
Minha alma escuta seu pranto, sem perguntar por que
Eu disse te amo, alguém me diga o que ela falou
Não significaria “Eu te amo”?
Acho que significa “Eu amo você”
Não significaria “Eu te amo”?
Te amo, te amo, ela receia respirar
Segurei sua mão, eu não tinha escolha
Me trouxe pra praia, dançamos no mar
Comecei a sair
Ela me implora e pergunta por que
Acabou
Então ela diz: “Te Amo”
Depois coloca suas mãos em torno da minha cintura
Eu lhe disse não,
Ela gritou “Te amo”
Eu lhe disse que eu não fugiria
Mas que me soltasse
Minha alma escuta seu pranto, sem perguntar por que
Eu disse te amo, alguém me diga o que ela falou
Não significaria “Eu te amo”?
Acho que significa “Eu te amo”
Não significaria “Eu te amo”?
Ouça, nós podemos dançar
Mas você tem que tomar cuidado com suas mãos
Me observe a noite toda
Vou me mexer sob a luz
Porque eu entendo
Que todos nós precisamos de amor
E eu não tenho medo, eu sinto amor
Mas eu não sinto desta maneira
Então ela diz: “Te Amo”
Depois coloca suas mãos em torno da minha cintura
Eu lhe disse não,
Ela gritou “Te amo”
Eu lhe disse que eu não fugiria
Mas que me soltasse
Minha alma escuta seu pranto, sem perguntar por que
Eu disse te amo, alguém me diga o que ela falou
Não significaria “Eu te amo”?
Acho que significa “Eu te amo”
Não significaria “Eu te amo”?
Eu amo você
Te amo…
Te amo…
Não significaria “Eu te amo”?

Ozzy Osbourne assusta fãs em museu de cera

Ozzy Osbourne já comeu morcegos, virou lobisomem em discos, uivou para a lua e cantou um satânico sabá das trevas. Mas agora ele assustou de verdade os fãs. Foi uma pegadinha feita no museu de cera de Madame Tussaud, em Nova York, na qual as os pessoas realmente se assustaram quando confundiam o deus do metal com sua estátua, segundo nota do site Perez Hilton. A brincadeira foi feita para promover o novo disco do cantor.
Assistam ao video, chorei de rir aqui:


quinta-feira, 27 de maio de 2010

○ Madame Saatan ○



A banda Madame Saatan surgiu no começo de 2003 em Belém do Pará para compor a trilha musical para o espetáculo de teatro “Ubu Rei – uma odisséia em bundalelê” de Alfred Jarry. O espetáculo acabou, mas a banda continuou. O quarteto formado por Sammliz (voz), Ed Guerreiro (guitarra), Ícaro Suzuki (baixo) e Ivan Vanzar (bateria) acumula experiência, destaque na imprensa e fãs por onde passa. A força do heavy metal, com letras em português, se encontra ao sotaque de música brasileira como lundu, carimbó, quadrilha, MPB e até blues. Nesses 6 anos de carreira a banda esteve na Globo (Altas Horas e Jornal Hoje), MTV, Multishow, Cultura, vários programas de webtv e se apresentou na maioria das capitais brasileiras, fazendo de seus shows um capítulo a parte. Atualmente estão com uma base em São Paulo trabalhando a divulgação do primeiro disco e compondo o segundo.



Saiba mais : clique aqui

As 10 fobias mais esquisitas do mundo

http://mob398.photobucket.com/albums/pp66/Dimi85/fobias/fobia-grande.jpg?t=1242244836

10. Bromidrofobia


Medo de quê - Odores do corpo

Nível de pavor - Medroso

Ok, ninguém em sã consciência gosta de ter cecê ou chulé, cuidando da higiene pessoal para não exalar esses odores pelo corpo. Só que é quase impossível não rolar um bodunzinho ou outro de vez em quando, né? Pois é esse o pavor de quem sofre de bromidrofobia. Os "zé-limpinhos" tomam vários banhos por dia e, de tanta esfregação, chegam a ficar com a pele machucada. O medo de cheirar mal pode ser tão grande que muitos evitam qualquer atividade que gere transpiração.

9. Caetofobia

Medo de quê - Pelos e cabelos

Nível de pavor - Maricas

O ator Tony Ramos e o guitarrista Slash são o maior pesadelo de quem tem caetofobia. É que eles morrem de medo de pessoas muito peludas ou com uma baita cabeleira. Em geral, os "caetofóbicos" cortam o cabelo bem curtinho ou até raspam a cabeça. Alguns chegam a contratar alguém só para lavar seu cabelo e não ter que tocar na "coisa peluda"! No outro extremo, estão as vítimas de falacrofobia, o temor de ficar careca - aliás, o que seria o paraíso para os "caetofóbicos"...

8. Deipnofobia


Medo de quê
- Jantar em família ou com amigos

Nível de pavor - Medroso

Para as pessoas com deipnofobia, basta sentar à mesa para uma singela refeição e está pronto o cenário do terror: elas aprontam o maior suador, sentem falta de ar e são tomadas por uma sensação de impotência. É que elas enxergam um jantarzinho como uma terrível ameaça, que trará à tona conflitos emocionais não resolvidos. A britânica Karen Tate, por exemplo, sempre tem um ataque de pânico quando vai a um restaurante com amigos, e não vê a hora de sair do lugar. Poderia aproveitar para não pagar a conta!

7. Eisoptrofobia

Medo de quê - Espelhos e de se olhar no espelho

Nível de pavor - Medroso

Em geral, a eisoptrofobia, ou medo de espelhos, está ligada ao temor diante do sobrenatural. As pessoas temem ver no reflexo do espelho fantasmas e outros seres. Superstições ligadas a esse objeto (como a crença de que quebrar um espelho dá sete anos de azar) também ajudam a aumentar a paranoia. Até mesmo a própria imagem da pessoa pode causar terror por se tratar de algo "não humano". A atriz Pamela Anderson é uma das pessoas que preferem sacrificar a vaidade a encarar um "espelho, espelho mau".

6. Hipopotomonstrosesquipedaliofobia

Medo de quê - Palavras grandes

Nível de pavor - Maricas

O próprio nome desta fobia - o palavrão gigante acima - já obriga quem sofre do distúrbio a confrontar seu medo: um temor irracional de palavras longas ou de uso pouco comum, como termos técnicos e médicos (por exemplo, linfangioleiomiomatose). Elas também evitam mencionar palavras estranhas ao vocabulário coloquial. Segundo os especialistas, essa paúra surge do medo de pronunciar a palavra de forma incorreta e, por isso, cair no ridículo.

5. Onfalofobia


Medo de quê - Umbigos

Nível de pavor - Maricas

Nunca encoste no umbigo de quem sofre de onfalofobia, pois o cara pode ter o maior ataque nervoso. Na verdade, essas pessoas também ficam nervosas só de ver um umbigo. Quando a coisa rola com mulheres grávidas, é ainda pior. É que elas têm o maior pavor de que seu umbigo cresça demais ou fique com o formato conhecido como couve-flor. Algumas mães chegam a tapar o umbigo dos bebês com curativos para não ver a "criatura".

4. Lachanofobia


Medo de quê - Vegetais

Nível de pavor - Maricão

Cenouras, amoras, abobrinhas. Vegetais "assassinos" como esses são os algozes de quem tem lachanofobia. A forma incomoda, a cor não agrada, a textura causa aversão e o cheiro, náuseas. Em geral, a pessoa tem medo de algum vegetal em particular. Um jovem americano, por exemplo, tinha pavor de pêssegos. Certo dia, ao entrar no chuveiro da casa da namorada e ver a imagem da fruta no rótulo de um xampu, deu o maior chilique e saiu correndo da casa...

3. Automatonofobia


Medo de quê - Autômatos e bonecos de cera

Nível de pavor - Maricas

Autômatos, como bonecos de ventríloquo, são artefatos que simulam ações humanas. Mas não para pessoas que têm automatonofobia. Para elas, inocentes bonequinhos de parque de diversões são verdadeiros monstros. A visão de algo que imita seres humanos causa tremedeiras, choro e paralisia. O "machão" Hugh Jackman, o Wolverine de X-Men, já admitiu morrer de medo do Chuckie, o brinquedo "assassino". Só não contem isso para o Prof. Xavier!

2. Filemafobia


Medo de quê - Beijar

Nível de pavor - Maricão

Não há Cupido que ajude. Para quem tem filemafobia, um simples beijo é sinônimo de pesadelo. A pessoa sente enjoos e fica com a boca seca e as mãos trêmulas. Em casos mais graves, chega a ter um ataque de pânico. Não rola nem beijo na bochecha a amigos e familiares. Para os estudiosos, esse transtorno está ligado a outro, a filofobia, o medo de se apaixonar. Ele também é fruto do temor de possíveis ações subsequentes ao beijo, como fazer sexo.

1. Caligenefobia


Medo de quê - Mulheres bonitas

Nível de pavor - Maricão
Também conhecido por venustrafobia, esse é o pavor sentido por alguns homens quando têm que interagir com - ui, que meda! - uma mulher bonita! Os caras sentem falta de ar, arritmia e muitos até vomitam. O bizarro terror de beldades é tamanho que alguns sujeitos até abandonam o emprego se tiver alguma gata no trabalho. Como forma de tratamento, o "coitado" é exposto a fotos e vídeos de mulheres bonitas, como Gisele Bündchen. Depois, ainda precisa encarar umas gatas em carne e osso. Ô problemão...

11 mandamentos de um maconheiro

1. Saia de casa! – Não adianta ficar jogado na cama
, com sua mina, seu bong uma paranga de 50gr em cima da mesa. Ninguém muda o mundo com essa preguiça. Lembra do Che Guevara? Ele pegava mais mulher que você, fumava mais que você e ainda se dava o luxo de andar todo sujo. Se você fizer o mesmo, e ainda tomar banho suas chances de se tornar um ativista herói aumentam.
2. Discuta! – Tem cara que fuma uns e outros na moral, mas numa roda de amigos ele é capaz de ver a maconha ser malhada e taxada de mil injustiças e não dá um pio. Esses bostas com medinho de discussão deviam morrer engasgados nos seus bongs. Bando de filhos da puta do caralho! Se você quer ser um ativista. CRIE A DISCUSSÃO!
3. Compartilhe ­– A maconha é uma erva sagrada. Muito antes de você ser um espermatozóide. Muito antes do puto do seu avô ser pensamento, a erva já fazia milagres em todos os cantos. Buda, Jesus, Sheeva, Faraós… Teve maconha em tudo quanto é canto. E os grandes sábios a compartilhavam. Para de ser muquirana e chama um brother pra fumar unzinho!
4. Estude – Você não vai convencer ninguém a mudar o mundo falando “Pôbrema”. Muito menos se não souber nada sobre o assunto. Não tem “descurpa fio da puta”, se não pode comprar bons livros então visite bons sites, pesquise no Google, veja links, cadastre-se em fóruns (mas não fique só neles, senão você vira uma medrosinha).
5. Acredite – Acreditar que maconha vai um dia ser legalizada, mesmo com todo o movimento acontecendo, ainda é uma coisa distante. Porém precisamos acreditar, precisamos de união para fazer a coisa acontecer. Muita coisa já mudou. Muitas outras ainda precisam mudar. Thomas Edson, um fumeta de carteirinha, plantava sua maconha e ainda tinha tempo pra ser gênio. Ele acreditava em coisas impossívei, nós também deveríamos acreditar.
6. Bong – O bong é uma peça de arte. Eles só ficam melhores com o tempo. Eles carregam o seu DNAMACONHEIRO, ali tem história. Não tenha vergonha de mostrá-la. Converse sobre ela. Mostre que você não ficou retardado e esquecido.
7. Cuide da sua vida e da dos outros – Discutir legalização é mais do que falar de maconha. É segurança para nós e nossas famílias, é combater desigualdades sociais, é estudar combustíveis alternativos mais baratos e eficientes, é atacar a indústria de papel, é brigar com as indústrias farmacêuticas, é entrar em uma guerra econômica e política… Mas tudo isso para um bem comum. Nossa missão é de paz!
8. Organize-se – Junte os amigos e crie uma confraria da maconha, crie uma ONG de growers, abra uma headshop, escreva um livro, mande uma carta para o presidente, bata panelas, faça comunidades, crie um blog, colabore com um site…
9. Escolha Verde – Boicote quem te boicota. Leia sobre marcas, descubra se elas são contra ou a favor da sua causa. Veja se elas fodem a natureza, descubra se ela financia trabalho escravo. Pergunte sobre a política de carbono. Pense antes de comprar um produto, veja se ele é maconhamente correto. Veja se as empresas que compra acessórios para fumar colaboram ativamente na sua causa. Escolha onde gasta seu dinheiro. Cobre atitude daqueles que lucram e não colaboram. Estamos decidindo para quem vai nosso dinheiro. Pense em gastar com aqueles que pensam como você.
10. Questione – Pensar é um direito divino, expressar-se constitucional. Questione sinceramente se tudo que lê é autêntico. Será que esse texto aqui é real? Será que o que passa no telejornal é verdadeiro? Será realmente verdade o que estão dizendo por ai? - Vivemos uma grande guerra de informação. Governos e empresas fizeram campanha para demonizar a maconha; pesquisas e filmes foram encomendados para esse propósito. Tinha e continua tendo muita grana envolvida. Pergunte-se quem iria perder rios de dinheiro com a legalização da maconha e agora questione se essas pessoas tem algum poder sobre informação. No final dos seus questionamentos a razão começa a surgir e a lógica a fluir.
11. Liberte-se – Pare de seguir conceitos preestabelecidos. Comece a pensar e agir, tenha vontade de mudar o mundo. Transforme tudo que vê e toca em algo melhor. Faça sua história, saia correndo pelado e grite alto pro mundo ouvir. EU SOU LIVRE.

O Google vai dominar tudo!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Auto mutilação - Curando a dor da alma

 


"...E Clarisse está trancada no banheiro
E faz marcas no seu corpo com seu pequeno canivete
Deitada no canto, seus tornozelos sangram
E a dor é menor do que parece
Quando ela se corta ela se esquece
Que é impossível ter da vida calma e força
Viver em dor, o que ninguém entende
Tentar ser forte a todo e cada amanhecer...Como se toda essa dor fosse diferente, ou inexistente
Nada existe pra mim, não tente
Você não sabe e não entende
E quando os antidepressivos e os calmantes não fazem mais efeito
Clarisse sabe que a loucura está presente
E sente a essência estranha do que é a morte
Mas esse vazio ela conhece muito bem
De quando em quando é um novo tratamento
Mas o mundo continua sempre o mesmo..."


 

terça-feira, 25 de maio de 2010

Disseram-me que o destino debocha de nós, que não nos dá nada e nos promete tudo, faz parecer q a felicidade está ao alcance das mãos, então a gente estende a mão e se descobre louco....

sábado, 22 de maio de 2010

►►►Bon voyage


Meu coração inflama! De que adianta correr tanto, atravessar continentes e oceanos, com tantop esforço e desespero, fugindo - de algo que nem eu mesma sei o que é - pra, mais uma vez, me encontrar diante do cão de guarda, em meu próprio quintal?!...Mas é bem verdade : eu vejo que esse quintal ficou menor e continua diminuindo cada instante, enquanto que o cão de guarda - bem maior desde a última vez que o vi - cresce sem cessar. O MEDO toma conta de mim. O desespero, sinto desde que posso me lembrar... Não consigo lutar! Talvez tudo de mal que nos acontece vá enfraquecendo a gente e, com o passar do tempo, a gente aguenta cada vez menos. E tudo que resta então: cacos de vidro, resultante de garrafas e coppos outrora cheios de VENENO, cinzas de CIGARRO e a chama de um isqueiro que teima em QUEIMAR meu coração.
Meu coração está em CHAMAS, mas ele continua FRIO como um corpo lôbrego congelado esperando pelo legista, esperando a solução do crime. E qualquer que fosse a minha ocupação, havia um outro "eu" a me perseguir, congelado de PAVOR quanto à questão de minha vida. Mas nada disso pode ser tão real quanto meu sentimento desesperado de que NADA É VERDADEIRO PRA MIM, NADA JAMAIS SERIA VERDADEIRO PRA MIM, a menos que essa sensação de queda seja a REALIDADE.
Eu fugi, eu corri, eu mudei de lugar e, no entanto, notei que a minha pior prisão está dentro de mim mesma. Eu só queria ser LIVRE, mas nada se mostra mais insuportável do que a liberdade depois de a possuirmos. Eu poderia VOLTAR PRA CASA... Mas é estranho como não temos uma casa até o momento de deixá-la e quando se faz isso é impossível voltar atrás. Porque ao voltar pra casa você verifica que ela já não é mais sua. Aí é que realmente você está numa má situação. Enquanto permanecer fugindo, poderá pensar sempre que UM DIA, finalmente voltará pra casa. E, sinceramente, a expectativa é melhor e mais saudável do quê a realidade.TALVEZ O LAR NÃO SEJA UM LUGAR, MAS APENAS UMA CONDIÇÃO IRREVOGÁVEL...
Mas ninguém pode ficar no jardim do paríso. Porque será? Um dos problemas da vida é que ela se mostre tão banal. Afinal de contas, TODOS PERCORREMOS A MESMA ESTRADA ESCURA - e essa estrada apresenta a particularidade de ser a mais tenebrosa, a mais traiçoeira, exatamente quando parece a mais clara - e é verdade que NINGUÉM permanece no jardim do paraíso. Talvez todos tenham um jardim do paráiso, não sei, mas mal acabaram de vê-lo e já surgiu a espada flamejante. E talvez também aconteça que a vida só proporcione a ecolha de lembrar o jardim, ou esquecer-se dele. Isto, ou aquilo : é preciso energia pra lembrar, é preciso outro tipo de energia para esquece, sendo nescessário um HERÓI pra fazer ambas as coisas.
As pessoas que se recordam estão cortejando a loucura, por meio da dor, a dor da morte perpetuanmente recorrente de sua inocência; as que esquecem cortejam outro tipo de loucura, a de negar a dor e o ódio à inocência. E o mundo se encontra, em sua maior parte, divido entre OS LOUCOS QUE SE LEMBRAM E OS LOUCOS QUE SE ESQUECEM. OS HERÓIS SÃO POUCOS. Masem qualquer canto, é fácil encontrar alguém que foge tão desesperadamente de seu pesadelo que não percebe queNÃO É PRECISO FECHAR OS OLHOS PRA SONHAR. Acho que as pessoas esperam ter certeza do que sentem, por isso - talvez - é que GRITEM tanto enquanto é GRAVADA em suas mãos, rostos e olhos TODA UMA VIDA.

Texto de : Fernanda Abreu

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Giulia Gam interpretará lésbica em filme



Atriz será homossexual em filme de Marcos Paulo
Policial e lésbica. Eis o papel que Giulia Gam interpretará no filme de Marcos Paulo, “Assalto ao Banco Central”.
Segundo a colunista do jornal “O Globo”, Patricia Kogut, o longa teve argumento escrito pela namorada do diretor, a atriz Antônia Fontenelle, que interpretará a namorada de Giulia.
Era possível que houvesse uma cena de beijo, a própria Antônia pediu que fosse incluído no roteiro, mas o mesmo foi vetado por influenciar na classificação indicativa do filme – o que diminui o número de expectadores.
“Assalto ao Banco Central” já está sendo filmado e tem previsão de estreia pra janeiro do ano que vem.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

O que a Puta Falta de Sacanagem faz

Uma menina aparece chorando migalhas e se babando tudo ao falar que não conseguiu ver o show de uma banda chamada select restart.
Depois de falar que tudo aquilo era uma “#putafaltadesacanagem“, ela ficou famosa na internet inteira. (Sim, é legal rir da cara dos outros)


Essa guria vai ser chamada de Puta … pro resto da vida. Isso que eu digo de apelido filé!
Esses caras pegaram as roupas das irmãs deles, dos anos 80?
E onde já se viuu banda emo chamar a propria fã de emo como se isso fosse a pior coisa do mundo?
#eurialtoecomefeito
Pronto, história feliz…
próximo…


Linda mensagem ! ♥_♥

Aviso de Conteúdo

Todas as imagens e alguns textos, postados aqui foram retirados da Internet e por esse motivo suponho ser do domínio público. No caso em que haja algum problema ou erro com material protegido por direitos autorais, a quebra dos direitos de autor não é intencional e não comercial e neste caso o material será retirado imediatamente, basta que me passem a informação.
e-mail : nandapolly.alp@gmail.com

Pesquisar este blog